NotíciasBenefícios

Casa DE GRAÇA? Lula promete residência para desabrigados; como solicitar

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva está em sua terceira visita ao Rio Grande do Sul desde o início da tragédia que assola o estado, já contabilizando 149 vítimas fatais em decorrência das enchentes que afetaram 446 dos 497 municípios gaúchos, forçando cerca de 80 mil pessoas a abandonarem suas residências e ficaram sem casa.

“A gente vai anunciar que todo mundo que perdeu a casa, vai ter sua casinha”, declarou Lula ao desembarcar na Base Aérea de Canoas, acompanhado por uma comitiva de ministros e pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso.

Após sua chegada, o presidente dirigiu-se a São Leopoldo, onde visitou um dos abrigos da cidade e posteriormente realizou uma reunião com o governador Eduardo Leite, discutindo medidas emergenciais para o estado.

Lula anuncia ação para amparar pessoas que perderam casa durante desastres no sul do Brasil em 2024. Entenda como funciona.
Lula anuncia ação para amparar pessoas que perderam casa durante desastres no sul do Brasil em 2024. Entenda como funciona – Bolsadafamilia.com.br.

Novas Ações para Reconstrução do Estado

Está previsto que o presidente anuncie uma série de novas medidas para a recuperação do Rio Grande do Sul, incluindo a liberação de um auxílio direto para as famílias desabrigadas e a criação de um ministério extraordinário de apoio à reconstrução.

Segundo informações, o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Paulo Pimenta, deverá assumir a liderança desta nova pasta, visando coordenar esforços para a reconstrução das áreas atingidas.

Você também vai querer saber:

Compromisso com a Reconstrução

Diante do cenário devastador causado pelas enchentes, o presidente Lula reforça o compromisso do governo federal em garantir assistência integral às vítimas e promover a reconstrução das comunidades afetadas.

Espera-se que as medidas anunciadas contribuam significativamente para amenizar os impactos da tragédia e acelerar o processo de recuperação do estado, proporcionando moradias dignas para aqueles que perderam tudo nas inundações.

Apoio Multissetorial

Além do auxílio direto às famílias desabrigadas, o governo federal mobilizou uma ampla comitiva de ministros e autoridades para avaliar in loco a situação e coordenar as ações de resposta à emergência.

A presença do presidente do STF, Luís Roberto Barroso, e de diversos ministros em visita ao estado demonstra o comprometimento das instituições em unir esforços para superar essa crise e garantir o apoio necessário à população atingida.

Proximidade com as Vítimas

A presença do presidente Lula e de sua equipe diretamente nas áreas afetadas reforça a proximidade do governo com as necessidades reais da população e sinaliza um esforço conjunto para enfrentar os desafios decorrentes das enchentes.

Com a promessa de moradias para os desabrigados e ações concretas em andamento, espera-se que o Rio Grande do Sul encontre caminhos para se reerguer e reconstruir as áreas afetadas, contando com o apoio integral do governo federal e das instituições envolvidas.

Rodrigo Peronti

Editor do Portal Bolsa da Família. Jornalista, pós-graduado em Semiótica. Atuou em grandes veículos de imprensa do Brasil nos últimos anos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo