NotíciasBenefícios

Plano de ação emergencial: Lula anuncia aumento do Bolsa Família + Auxílio Emergencial

O governo federal está atento às demandas emergenciais dos moradores do Rio Grande do Sul impactados pelas intensas chuvas. Dentre as opções em estudo para fornecer assistência financeira aos afetados, estão a criação de um auxílio emergencial específico para os gaúchos atingidos e o aumento do Bolsa Família na região.

Uma das alternativas em análise é a concessão de um auxílio emergencial temporário, com valores e duração definidos. Esta medida, semelhante ao auxílio concedido durante a pandemia, poderia ser estendida, se necessário, proporcionando suporte contínuo para os afetados pelas enchentes.

Governo toma medidas para auxiliar o povo do Rio Grande do Sul, especialmente quem recebe Bolsa Família no estado gaúcho.
Governo toma medidas para auxiliar o povo do Rio Grande do Sul, especialmente quem recebe Bolsa Família no estado gaúcho – bolsadafamilia.com.br.

Aumento do Bolsa Família e Inclusão de Novos Beneficiários

Outra possibilidade em consideração é o aumento do valor das parcelas do Bolsa Família para os gaúchos já inscritos no programa, além da inclusão de novos beneficiários por um período determinado. Atualmente, cerca de 620 mil famílias no Rio Grande do Sul recebem, em média, R$ 672,74 pelo Bolsa Família.

Enquanto o governo busca soluções para garantir o apoio necessário aos gaúchos afetados, a equipe econômica também está atenta à responsabilidade fiscal do país. O cuidado com as contas públicas é uma prioridade, mesmo diante da necessidade urgente de assistência às comunidades atingidas pelas enchentes.

Medida Provisória para Atender Vítimas das Enchentes

Como parte das ações emergenciais, o governo federal planeja editar uma nova medida provisória (MP) para disponibilizar crédito extraordinário aos ministérios responsáveis por auxiliar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Essa medida visa agilizar o processo de atendimento às demandas mais urgentes da população afetada.

Além das medidas de auxílio, o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social anunciou a suspensão das ações de averiguação e revisão cadastral do Bolsa Família no estado até dezembro. Essa medida visa garantir a continuidade dos pagamentos do benefício e evitar interrupções para as famílias já cadastradas.

Você tem que ver tb:

O governo reforça seu compromisso em oferecer um apoio efetivo e ágil às comunidades gaúchas atingidas pelas enchentes. As medidas em estudo e as ações já anunciadas buscam minimizar os impactos das adversidades climáticas e garantir o bem-estar das famílias afetadas.

Rodrigo Peronti

Editor do Portal Bolsa da Família. Jornalista, pós-graduado em Semiótica. Atuou em grandes veículos de imprensa do Brasil nos últimos anos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo